in

Mara não se segura e diz para Rose o que muitos queriam, mas não tinham coragem

Caras

A apresentadora Mara Maravilha é um dos nomes mais conhecidos da TV no Brasil. Nesta segunda-feira, 3 de fevereiro, Mara se irritou ao vivo com o caso envolvendo a fortuna do apresentador da Record, Gugu Liberato. Após a morte do apresentador, Rose Miriam, sua suposta viúva, entrou na justiça, tentando confirmar que era mesmo esposa de Liberato. 

Publicidade

Irritada com tanta bomba em torno do caso, Mara Maravilha decidiu dar sua opinião e falou algo que muitos pensam, mas nem sempre tem coragem de falar sobre o tema. Para ela, estão fazendo uma desconstrução do apresentador, com insinuações de que ele seria gay. 

“É uma leviandade com a imagem do Gugu, uma desconstrução da imagem. A gente tem que dosar as palavras. Será que alguém que vai falar da sexualidade do Gugu? Da criação do filho? Uma coisa é vida real, outra coisa é o que está na TV”, disparou ela.

Publicidade

Para Mara Maravilha, no entanto, ela não teria uma relação entre homem e mulher. Mara fala mais em uma história de família criada. A opinião foi dada, após o Fofocalizando revelar um documento de “copaternidade” entre Rose Miriam e Gugu. No documento, a médica esclareceria que, de fato, só uniu-se a Gugu para ter filhos. Esse tipo de documento existe há pelo menos 40 anos nos Estados Unidos e é bem comum. 

Publicidade

“Todas essas fotos, essa história, tem um lado da família, tem o lado do Gugu ídolo, tem o lado da mulher que se propôs a viver toda essa situação. Mas, não era casado?”, esclareceu Mara Maravilha ao falar sobre o tema, que teve grande repercussão durante o final de semana.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.