in

TOC, depressão e internação: o terrível passado de Rose Miriam, a suposta viúva do Gugu

Divulgação.

Rose Miriam, a suposta viúva do apresentador Augusto Liberato, está no centro das polêmicas desde que o apresentador da Record morreu em um acidente doméstico, na mansão dele, na cidade de Orlando, nos Estados Unidos. Rose Miriam não foi citada no testamento do apresentador e, desde então, luta na Justiça para conseguir o reconhecimento. 

Publicidade

Odiada por praticamente todos os membros da família de Gugu, Rose Miriam foi alvo de uma queixa na polícia até do próprio filho, João Augusto, de 18 anos. Questionada porque João teria feito isso, ela garantiu que o filho estaria sendo instruído por outros parentes, que estaria fazendo a chamada “alienação parental“. 

O maior problema contra Rose Miriam, no entanto, é um documento de 2011. Na época, a suposta viúva de Gugu Liberato aceitou, por escrito, que jamais havia sido casada com o apresentador. No documento, ela também aceita que Aparecida Liberato, irmã do comunicador, seja inventariante dos bens.

Publicidade

De acordo com Rose Miriam, ela tem condições de cuidar dos filhos. Sobre o porque de ter assinado um documento que hoje pode prejudicá-la, a médica revelou o que seria o seu passado. Na época, Rose Miriam teria sido internada com problemas psicológicos. 

Publicidade

“Tive depressão e TOC naquele ano, fiquei internada. Se assinei algum papel no hospital, não dispunha de condições físicas. Agora, depois disso, eu e Gugu voltamos a ficar bem”, disse a suposta esposa de Gugu, que não tem nem mesmo os próprios filhos ao seu lado nesse momento importante e difícil de sua vida.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.