in

Inocente? Polícia volta atrás sobre filha acusada de matar pais carbonizados e surpreende

R7

Reviravolta no caso da família morta no ABC Paulista. Isso porque a filha do casal morto carbonizado ao lado do filho de 16 anos não será, pelo menos nesse momento, indiciada por triplo homicídio qualificado. O recuo ocorre em um momento importante, já que a polícia já tinha confirmado a informação, envolvendo Ana Flávia Gonçalves, de 24 anos.

Publicidade

O não indiciamento sugere dúvidas na participação real dela no caso. A namorada dela e Flávia continuam presas. Elas prestaram, neste sábado, 1 de fevereiro, novo depoimento na delegacia. De acordo com a investigação, em depoimentos diferentes, as mulheres estão dando versões distintas dos fatos. 

Além disso, Carina, esposa de Flávia, teria sido vista em câmeras de segurança da casa da família morta na data do crime. Acredita-se que o casal teria a ajuda de uma ou mais pessoas para cometer a barbaridade. O casal e o rapaz de 16 anos foram mortos a pauladas. Os corpos deles, no entanto, foram encontrados em uma região de matagal no ABC Paulista. Eles estavam carbonizados.

Publicidade

As duas suspeitas deixaram a delegacia escondendo o rosto por volta da meia noite. Saíram em carros separados e voltaram para o local onde cumprem prisão temporária de 30 dias.
A avó de Ana Flávia, Vera Guimarães, não acredita na própria neta e diz que ela deve estar envolvida no crime. 

Publicidade

Aos gritos, Vera Guimarães pediu justiça diante do caso. A polícia descobriu que Ana Flávia trocou o chip do celular dias antes do acontecimento. A situação ganhou grande repercussão nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.