in

Novo corpo é encontrado e caso do casal acusado de matar família vira trama de terror

G1 / Montagem

Um dos casos de mais repercussão na área criminal desse início de ano foi o da família morta no ABC Paulista. A filha de um casal e sua namorada estão presas acusadas de terem participado no crime. Os corpos de mãe, pai e do irmão da presa, de apenas 16 anos, foram encontrados carbonizados dentro de um carro. 

Publicidade

No entanto, nesta sexta-feira, 31 de janeiro, o caso ganhou mais um novo capítulo, que tem surpreendido até a polícia, como mostram informações do portal de notícias da revista Isto É. Isso porque um novo corpo foi encontrado perto do condomínio onde a família morava. 

O corpo em questão, que ainda não teve o nome identificado, seria de um homem de apenas 24 anos. A polícia não diz se esse corpo seria mais uma das vítimas do crime que ocorreu no condomínio onde a família, que morava no ABC Paulista, acabou sendo assassinada. No  entanto, já se sabe que o cadáver encontrado tinha sinais de espancamento. 

Publicidade

A perícia feita nos três corpos da família morta supostamente pelo casal constatou que, antes de serem queimados, esses cadáveres foram espancados à pauladas. O novo corpo em questão estava a poucos metros do condomínio onde a barbárie aconteceu. 

Publicidade

A polícia acredita que outras pessoas podem ter participado do crime. Segundo a investigação, a mãe assassinada, antes de morrer, teria sido obrigada a carregar os corpos do marido e do próprio filho, até o porta-malas do carro, onde mais tarde, todos foram incendiados. 

Publicidade

O assassinato da empresária Flaviana Gonçalves, de 40 anos, do comerciante Romoyuki Gonçalves, de 43 anos, e do filho do casal, Juan Gonçalves, de 16 anos, causou revolta nas redes sociais. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.