in

Mãe teria sido obrigada a carregar corpos do filho e marido antes de morrer; filha está presa

Fotomontagem: Bruno Avila / R7

Um caso tem repercussão nacional neste momento. Flaviana Gonçalves, de 40 anos, foi duramente assassinada, junto ao seu marido e um filho de 15 anos do casal. A principal suspeita é que a filha mais velha do casal tenha executado o crime, com a participação de sua namorada.

Publicidade

O casal já está preso e nega as acusações, mas a polícia investiga que as suspeitas encaminham cada vez mais para um desfecho que incrimine as duas jovens. Ana Flávia Menezes Gonçalves, de 24 anos, filha do casal, e sua namorada Carina Ramos, de 26 anos, são as duas suspeitas.

A prisão das duas ocorreu nesta quarta-feira, 29 de janeiro. O crime bárbaro foi descoberto pela polícia no dia 28 de janeiro, quando encontraram um Jeep Compass, carro que pertencia à família, carbonizado em uma região de mata.

Publicidade

Três corpos foram encontrados dentro do porta-malas do carro, inclusive o de Flaviana, mãe da jovem que é suspeita de ter cometido o crime. O que mais surpreende é que Flaviana teria dirigido o carro e carregado nele os corpos de seu filho e marido, já mortos.

Publicidade

A suspeita se dá porque o porteiro do condomínio onde a família morava afirma que viu Flaviana dirigindo o Jeep, momentos antes de ser assassinada e colocada dentro do porta-malas do veículo. O caso aconteceu em São Bernardo Campo, na região do ABC do estado de São Paulo.

Publicidade

Agora a polícia tenta encontrar evidências que indicam que Flaviana teria sido obrigada a dirigir o carro para que se afastassem da região da cidade e ficassem em uma região que dificultaria a polícia de encontrá-los. Além dos assassinatos, também houve furto na casa da família.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com