in

5 dicas importantes que ajudam a aliviar a cólica do bebê

Divulgação/bebemamae

Os recém-nascidos costumam sofrer bastante com cólicas nos primeiros meses de vida, algo que aflige muitas mães. Elas ocorrem principalmente porque o organismo dos pequenos estão se adaptando à vida fora do útero.  

Publicidade

“Geralmente, ela é comum por volta de dois meses porque ocorre a organização do sistema digestório e os nervos responsáveis pela enervação do intestino da criança estão em fase de crescimento. Assim, há áreas que estão sendo feitas naquele instante. Isso torna os problemas de trânsito intestinal comuns e, consequentemente, ocorrem as cólicas”, explicou o médico pediatra Paulo Gallo.

Apesar de ser algo que acomete a maioria dos bebês, é possível tentar amenizar ou até mesmo prevenir alguns sintomas. Muitas mães não sabem, mas amamentar é uma das melhores maneiras para aliviar as cólicas. Veja abaixo outras dicas para ajudar no processo de alívio das cólicas infantis;

Publicidade

Manter a calma

Pode parecer algo estranho, mas quando a mãe se estressa, acaba transmitindo essa carga negativa para o bebê. A maneira como lida com a situação pode melhorar ou piorar a cólica.

Publicidade

Pegar no colo

Pegar o bebê no colo e dar carinho, aconchegar mantendo bem juntinho do seu corpo é uma ótima maneira de tranquilizar o pequeno. Desta maneira, eles se sentem acolhidos e o calor do corpo ajuda a aliviar a dor.

Publicidade

Massagens

Fazer massagens na região da barriga também é muito bom para aliviar a cólica. Pode ser usado um óleo de massagem próprio para criança para ajudar no processo. Faça sempre realizando movimentos circulares.

Movimentar as pernas

Fazer aquele movimento que imita pedaladas também auxilia no alivio da dor. Basta colocar as perninhas do pequeno para frente e para trás, como se realmente estivesse pedalando uma bicicletinha.

Barriga para baixo

Ficar de bruços também vai estimular na liberação dos gases que provocam desconforto no bebê. A criança pode ficar deitada nessa posição ou você pode segurá-lo no colo com a barriguinha para baixo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.