in

Após especial do Porta dos Fundos, Netflix recebe duro castigo e humilhação é anunciada

Reprodução Netflix

O especial de Natal do Porta dos Fundos, exibido pela plataforma de streaming Netflix, causou grande polêmica. No especial, a turma de Fábio Porchat, Gregório Duvivier e companhia debocham de Jesus Cristo.

Publicidade

O filme causou grande repercussão em todo o Brasil e recebeu críticas de segmentos católicos e evangélicos. Pastores e padres conhecidos se posicionaram contra o especial de Natal do grupo de humor.

O tempo passou e a Netflix acaba de receber um grande castigo. Filmes e séries da plataforma foram indicados ao Globo de Ouro, a segunda premiação mais conhecida do cinema, perdendo apenas para o Oscar.

Publicidade

O Globo de Ouro 2020 foi exibido neste domingo (5) e o resultado foi decepcionante para a Netflix. A plataforma teve 17 indicações para filmes e 17 indicações para séries.

Publicidade

O domínio era tão grande que o apresentador da cerimônia, Ricky Gervais, brincou no início dizendo que ninguém mais assiste televisão. “Todo mundo está assistindo Netflix. Esse programa deveria ser eu saindo e dizendo: ‘Muito bem, Netflix, você ganha tudo'”, afirmou.

Publicidade

O resultado, porém, foi bem diferente do esperado. Das 34 indicações, a Netflix ganhou apenas dois prêmios. Laura Dern, em História de Casamento, ganhou como melhor atriz coadjuvante de filme dramático. Olivia Colman, de The Crown, ganhou como melhor atriz em série dramática.

Um detalhe da derrota humilhante sofrida pela Netflix pôde ser visto na categoria de melhor drama. A plataforma teve três filmes indicados: Dois Papas, Uma História de Casamento e O Irlandês. A vitória, porém, foi para 1917, um filme de guerra de Sam Mendes, produzido pela Universal.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!