in

Mãe de Gugu ‘ri por último’ e documento comprova: Rose Miriam ficará sem nada

UOL

A Folha de São Paulo fez novas revelações a respeito do testamento do apresentador Augusto Liberato, o Gugu. Em matéria publicada neste sábado, 28 de dezembro, a mãe do apresentador, Dona Maria do Céu, é colocada no centro de toda a polêmica. 

Publicidade

Isso porque, inicialmente, a própria Aparecida Liberato, em comunicado divulgado à imprensa, havia divulgado que os filhos e os sobrinhos de Gugu é que tinham sido citados no testamento do apresentador. Aparecida é irmã de Gugu e inventariante de toda a fortuna do homem que passou os últimos anos da vida como contratado da Record TV. 

Apesar de não ter ficado com nenhum bem para si, Maria do Céu seria mesmo citada no testamento e à ela foi dado um dos melhores prêmios, uma pensão surpreendente. Gugu determinou no seu testamento, que foi assinado ainda no ano de 2011, que sua mãe tivesse direito à uma pensão vitalícia de R$ 100 mil por mês. 

Publicidade

Além disso, como cita a colunista Mônica Bérgamo, esse valor deve ser atualizado todos os anos, de acordo com o maior índice vigente, que provavelmente deve ser o da inflação. Com isso, se a inflação de algum  ano  for de 10%, Dona Maria do Céu, no ano seguinte passa a receber R$ 110 mil mensais e, por assim conseguinte. 

Publicidade

Mas não por aí. A mãe do apresentador fica ainda com uma casa em Alphaville, como “usufruto”. Ou seja, pode permanecer no local até a morte. Após o seu falecimento, tanto a casa, como a pensão serão divididas por todos os netos. Aí se incluem, novamente, os sobrinhos do apresentador Gugu Liberato. Novamente, Rose Miriam, suposta viúva de Gugu, continua sem nada, de acordo com o documento. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.