in

Record não deixa ‘Gugu descansar em paz’ e insiste em usar apresentador por ibope

Natelinha

Uma das mortes mais duras de 2019 foi a do apresentador Augusto Liberato, o Gugu. Falecido há mais de um mês, Gugu continua sendo objeto central de alguns programas da Record TV. Primeiro, a Record tomou a polêmica decisão de exibir os dois últimos programas de Gugu. O primeiro foi exibido no mesmo dia em que Gugu sofreu um acidente em casa, em Orlando. 

Publicidade

Nem depois de morto, Gugu deixa de ser pauta de programas da Record

O segundo programa foi ao ar após a morte do apresentador. Mas não parou por aí. A emissora voltou a polemizar ao entregar o presente de Gugu no Amigo Secreto do canal, após o falecimento do famoso.  Marcos Mion foi quem recebeu o presente do famoso e ficou extremamente emocionado com a ação. 

Nesta quarta-feira, 25 de dezembro, mais um programa da Record, já produzido há mais de um mês da morte do comunicador, foi ao ar. Dessa vez, o canal fez uma espécie de retrospectiva do mundo dos famosos e Gugu Liberato, é claro, virou objeto central. 

Publicidade

A morte de Gugu foi importante, mas não é comum que diversos programas sejam produzidos com o objetivo de relembrar uma pessoa falecida. Muito querido, Liberato, que ficou famoso por ter bons índices de audiência, até depois de morto tem ajudado a Record a conquistar Ibope e, consequentemente, dinheiro.  

Publicidade

Quem comandou a retrospectiva do mundo dos famosos acabou sendo Marcos Mion. O apresentador era muito amigo de Gugu e, durante o ‘Amigo Secreto  da Record TV’ ficou bastante emocionado, precisando ser auxiliado por colegas durante a gravação da atração. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.