in

Por que tudo a sua volta parece girar quando está bêbado?

Jornal Vida Brasil Texas

Quem nunca bebeu um pouco além da conta que atire a primeira pedra! E já notou que o mundo parece girar a sua volta quando está sob efeito do álcool? Isso acontece pelo efeito que da bebida nos ouvidos. Sim, ouvidos, não é diretamente do cérebro.

Publicidade

O que faz o mundo girar a seu redor é o resultado de um fenômeno em uma região minúscula, chamada labirinto membranoso, que armazena o líquido endolinfa, responsável pelo equilíbrio. Em situações comuns, uma pessoa saudável se mantém equilibrada durante seus movimentos graças à endolinfa, pois ela se ajusta para ficar sempre nivelada dentro dessa estrutura no ouvido interno.

Essa região é formado por cílios minúsculos, eles ajudam as pessoas a não caírem durante o movimento de sentar, levantar e andar. Contudo, toda a estrutura é diretamente atingida pelos efeitos do álcool. A bebida em excesso faz com que esses cabelinhos se curvem, então, ficam alterados os sinais que eles enviam até o cérebro – o que altera a sensação de equilíbrio.

Publicidade

Com a qualidade desses sinais alterada, o indivíduo fica e sem noção de equilíbrio e espaço. Ainda, o álcool deixa o sangue mais fino e, quando ele segue para o centro do ouvido, tem uma diferença de densidade entre os líquidos da região, distorcendo até mesmo o formato dos canais do labirinto membranoso.

Publicidade

Tudo isso junto faz com que o cérebro entenda que você está girando! Mas, com a (quase) certeza de que você está parado, o entendimento é de que tudo está rodando a seu redor. Nesses casos, o melhor é manter os pés no chão e olhar fixamente para algum objeto, até que seu organismo se reestruture. E, claro, é hora de reduzir o consumo de álcool!

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Mayra Michel

Jornalista por formação e vocação. Apaixonada pelos desafios da escrita e pelo aprendizado diário do Português. Na caminhada da Comunicação desde 2004, ainda tem muito o que viver nessa profissão que "quem conhece, não esquece jamais" (sim, sou mineira!). Fique à vontade para falar comigo: mayramichel@gmail.com