in

Viúva de Gugu é envolvida em confusão na abertura do testamento; advogados contam tudo

Fotomontagem: Bruno Avila / Reprodução: RecordTV

O testamento de Augusto Liberato, que morreu aos 60 anos, após uma acidente doméstico, foi aberto. A maior parte dos bens, quase em sua totalidade, foram deixados para os três filhos do apresentador: João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Marina e Sofia, de 15 anos.

Publicidade

Desde o princípio, Rose Miriam Souza di Matteo, que era esposa de Gugu, contratou o escritório de advogados Nelson Wilians e João Vinícius Manssur para tomarem conta de todo o trâmite.

Recém-contratados, os advogados relataram uma grande confusão em que Rose acabou sendo envolvida após a abertura do testamento. Muitos advogados acabaram assediando a viúva de Gugu, não respeitando este momento de dor. O objetivo destes era fazer com que a viúva brigasse por boa parte da herança.

Publicidade

A banca de advogados afirma que Rose os contratou para assegurar direitos e dar um andamento ao processo. Pelo que foi comunicado pela irmã de Gugu, Aparecida Liberato, todos, inclusive a viúva Rose, haviam concordado com o apresentador ter deixado quase tudo para seus filhos.

Publicidade

Alguns sites postaram (equivocadamente) que Rose teria iniciado uma guerra pela herança de Gugu. O fato não é verdade. O escritório de advogados, que cuida de toda a situação, afirmou que novos assédios contra a viúva serão denunciados.

Publicidade

O escritório afirmou que Rose não sofreu assédio só no Brasil, mas também no Estados Unidos da América, onde reside com seus filhos. Vale ressaltar que a viúva sempre morou no exterior com a família. Gugu costumava passar temporadas de trabalhos no Brasil e voltar para lá, onde acabou morrendo.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com