in

Após anos, Justiça define culpado da morte de Cristiano Araújo e surpreende

G1

A morte do cantor sertanejo Cristiano Araújo foi um dos eventos mais marcantes de 2015. Na época, o sertanejo vivia o seu auge e foi vítima de um grave acidente de carro, em uma rodovia de Goiás. Quatro anos após o acidente, a justiça decidiu definir quem seria o culpado da tragédia. As informações são do portal de notícias G1, que publicou uma matéria a respeito do assunto nesta quinta-feira, 19 de dezembro. 

Publicidade

A Primeira Turma do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO) entendeu, pela segunda vez, que o motorista que conduzia o carro, Ronaldo Miranda Goiás, tem culpa em relação ao caso. Ele foi condenado por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar, mas que mesmo assim quando existe algum tipo de imperícia para que a tragédia aconteça. 

Além de Cristiano Araújo, a noiva do sertanejo na época, Allana, também faleceu no acidente. Ambos estavam sem cinto de segurança. Além disso, a perícia concluiu que o motorista de Cristiano estava acima da velocidade e que o carro utilizado pelo sertanejo não estava em perfeitas condições. Foi notado, por exemplo, que as rodas do carro estavam gastas. 

Publicidade

A Justiça de Goiás condenou o motorista de Cristiano a dois anos de prisão em regime aberto. Ou seja, a pena será convertida em trabalhos comunitários. 

Publicidade

Além dessa pena, ficou estabelecido que ele pagasse uma multa no valor de R$ 25 mil. Os advogados de Ronaldo Miranda, no entanto, disseram que o motorista não tem como obrigar quem está no carro a ficar o tempo todo com o cinto de segurança e que vai recorrer até à última instância.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.