in

Bonner se irrita ao vivo e detona prefeito do Rio; jogou tudo no ventilador

Veja / Globo

Nesta sexta-feira, 13 de dezembro, o apresentador William Bonner teve um momento raro de irritação no Jornal  Nacional, telejornal mais visto do país e que tem transmissão ao vivo da Rede Globo de Televisão. Tudo ocorreu após o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, ter proibido equipes de reportagem de filmarem hospitais da cidade, em um momento em que a região vive uma crise na saúde. 

Publicidade

Uma equipe do Grupo Globo também foi vetada de participar de um evento da prefeitura, no qual o prefeito dizia que mais de R$ 150 milhões seriam destinados para “socorrer” a saúde. Na região, funcionários terceirizados estavam com salários atrasados. 

“O prefeito Marcelo Crivella impediu a participação de jornalistas do Grupo Globo em uma entrevista sobre o colapso no sistema de saúde do município. É um tema que tem um pacto grande na vida dos cidadãos e, obviamente, merece cobertura jornalística ampla, como nós temos feito”, disse o comunicador ao falar sobre o assunto.

Publicidade

“Apesar desta atitude autoritária e antidemocrática do prefeito, o jornalismo da Globo está publicando tudo que de mais importante , disse o comunicador em outro momento,  que teve grande repercussão na internet. Bonner garante que, mesmo após as críticas do prefeito, o jornalismo da Globo não mudaria. Vale dizer que Crivella é sobrinho de Edir Macedo, bispo da Universal e dona da Record TV. 

Publicidade

A prefeitura, por meio de uma nota enviada ao portal de notícias UOL, diz que proibiu a entrada da Globo no evento não por censura, mas por, nas palavras da nota, a Globo não fazer jornalismo sério. No jornalismo local, a Globo ainda teve problemas com o prefeito, que ameaçou tirar os direitos da emissora em transmitir o Carnaval. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.