in

Com suspeita de câncer de pele, Bolsonaro vira alvo de piadas de mau gosto no Twitter

Blog da Cidadania

A suspeita de que o presidente Jair Bolsonaro possa estar com câncer de pele caiu como uma bomba nas redes sociais. De um lado, seguidores do presidente mandaram mensagens de apoio.

Publicidade

Do outro lado, houve quem comemorasse a suspeita do câncer no chefe do Executivo. Alguns recordaram a frase de Bolsonaro sobre a ex-presidente Dilma Roussef, em que ele disse que o mandato dela deveria acabar naquele dia, com infarto ou com câncer.

Publicidade

Bolsonaro concedeu entrevista nesta quarta-feira (11) com um curativo na orelha esquerda. “Eu tenho pele clara, pesquei muito na vida, gosto de atividade, então a possibilidade de câncer de pele existe”, afirmou o presidente aos jornalistas, em frente ao Palácio do Planalto.

Publicidade

Nas redes sociais, algumas pessoas usaram a possível doença para criticar o presidente. “Bolsonaro não tem câncer, ele é o próprio câncer. É isto”, disse um internauta.

Publicidade

Outros internautas também postaram mensagens sobre o suposto câncer de Bolsonaro, comemorando a situação. Câncer de pele, assim como outros tipos dessa doença, pode matar se não for tratado adequadamente.

Em meio às postagens de comemoração, também houve internautas criticando esse posicionamento. “Mano, e essa moçada desejando que o Bolsonaro realmente esteja com câncer? Que tipo de gente faz isso? A gente passa a vida reclamando que os apoiadores pregam o ódio e de repente começa com esse discurso lixo”, esbravejou um internauta. 

“Eu não suporto o Bolsonaro mas ficar feliz com a possibilidade de câncer de pele dele, olha… Não dá”, disse mais um internauta nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!