Grêmio ganha vantagem pra cima de Corinthians e São Paulo por jogador do Atlético de Madrid

PUBLICIDADE

Grêmio e Atlético de Madrid conversam diante da possibilidade do lateral-esquerdo Caio Henrique ficar em Porto Alegre por contrato de empréstimo que valerá por uma temporada. Todavia, a diretoria do clube espanhol exige uma compensação financeira na casa dos dois milhões de euros, cerca de 9,3 milhões de reais. O valor corresponde a 25% dos direitos do atleta.

PUBLICIDADE

A expectativa atual é de que Caio Henrique se apresente juntamente com o restante do elenco do Tricolor Imortal já em janeiro do ano que vem, para o início da temporada. Estavam na disputa pelo lateral, Corinthians e São Paulo, mas ele acabou optando pelo Grêmio. 

O contrato de Caio Henrique junto ao Atlético de Madrid e se estende até 2021. O Tricolor Gaúcho possui prioridade para adquirir o restante dos direitos do jogador, ao término do empréstimo. O clube que quiser tirar o jogador do Atlético de Madrid antes do término do contrato deverá desembolsar a quantia de 30 milhões de euros, cerca de R$ 127 milhões, correspondente a sua multa rescisória.

PUBLICIDADE

O jogador esteve em evidência após uma boa temporada feita pelo Fluminense neste ano de 2019, apesar das grandes baixas tidas pelo clube carioca. No período em que vestiu a camisa do Tricolor das Laranjeiras, ele fez 65 partidas e marcou dois gols.

O seu destaque pelo Fluminense rendeu uma série de convocações para a Seleção Brasileira sub-23. Existem ainda fortes rumores de que o técnico André Jardine o convoque para a disputa do Torneio Pré-Olímpico, que definirá as vagas para as Olimpíadas de 2020, que acontecem em Tóquio.