in

Negociação entre Corinthians e Goiás por Michael sofre reviravolta; veja o desfecho

O atacante do Goiás foi um dos destaques do Campeonato Brasileiro deste ano e desperta interesse do Corinthians.

O Popular

O Corinthians já vem há alguns anos observando jogadores que se destacam em equipes de menor expressão. Desta vez, quem chamou atenção do clube paulista foi o atacante Michael, um dos principais nomes do Goiás nesta temporada, durante a disputa do Brasileirão. 

Publicidade

Apesar de se destacar somente neste ano, o atleta já vinha sendo monitorado pelos dirigentes corintianos desde 2018. Portanto, só agora o Timão resolveu fazer uma proposta oficial para contar com ele no elenco em 2020. Mas o clube conta com a concorrência de outros interessados.

Sem perder tempo, o Corinthians fez uma oferta ao Goiás na última segunda-feira (09). A intenção do clube paulista é ficar com 50% dos direitos econômicos do atacante, pagando cerca de R$ 20 milhões. A proposta, no entanto, não agradou aos dirigentes do clube goiano.

Publicidade

De acordo com as informações do Esporte Interativo, a negociação sofreu uma reviravolta. Desta vez, a diretoria corintiana vai negociara diretamente com o próprio atleta, que pode até envolver seus empresários. Isso já foi utilizado em outras equipes do futebol brasileiro e deu certo.

Publicidade

Como o Goiás está pedindo aproximadamente R$ 50 milhões para liberar Michael, a alta cúpula alvinegra avalia que negociar com o próprio jogador seja uma boa estratégia, já que ele demostrou interesse em vestir a camisa do Timão.

Publicidade

Apesar de tratar diretamente com o atacante, o Corinthians precisará do aval do Goiás. Para isso, o Timão deve oferecer alguns de seus jogadores que não terão oportunidade com Tiago Nunes. A intenção é diminuir o valor pedido pela equipe goiana e dar continuidade nas conversas.

No momento, o desfecho está sendo petulância do Corinthians em prometer algumas coisas ao atleta, que pode influenciar em sua decisão. A grandeza do clube, participação na Libertadores e a titularidade são fatores que podem ajudar nessa transferência.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.