in

Menino de 13 anos morre ao mexer em celular na tomada; irmão mais novo viu tudo

R7

Mexer no celular conectado por um carregador na tomada é muito comum. Ainda mais hoje em dia, que as baterias duram pouco tempo por conta das diversas funções que um aparelho pode oferecer ao mesmo tempo.

Publicidade

Desde Bluetooth até Wi-Fi, tudo acaba consumindo muita bateria e a solução acaba sendo utilizar o aparelho carregando, mas isso pode ser um grande erro. Em Montes Claros, no estado de Minas Gerais, a 427 km da capital Belo Horizonte, um caso chocou os locais.

Um adolescente de apenas 13 anos, chamado Wender, estava mexendo em seu celular e, como de costume, o conectou na tomada para recuperar a carga da bateria que havia perdido. Perto de seu irmão mais novo, o jovem colocou um fone de ouvido e continuou se entretendo.

Publicidade

De repente, uma grande explosão aconteceu. O garoto teve uma parada cardiorespiratória após a forte descarga elétrica. O irmão mais novo do garoto viu toda a cena de perto e foi, imediatamente, alertar os pais.

Publicidade

O SAMU foi acionado e socorristas tentaram reanimar o garoto por cerca de 30 minutos, mas não foi possível. O jovem realmente morreu eletrocutado. O celular foi encontrado totalmente destruído e com partes derretidas.

Publicidade

A Polícia Civil pegou o aparelho e o carregador, produzindo material fotográfico do local. O objetivo é investigar o acidente e concluir quais foram as causas da morte do jovem. A vida de Wender não irá voltar, mas servirá como um alerta para as demais pessoas que costumam mexer em seus celulares conectados na tomada, assim correndo grandes riscos de acidentes.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com