in

Veja como está atualmente Sophia, filha da grávida que morreu de AVC na porta da igreja

Foto: Reprodução/Instagram

A maioria das pessoas provavelmente vai se lembrar da história da grávida que morreu de AVC na porta da igreja. A história gerou grande comoção nas redes sociais e a notícia viralizou na web. Jessica era enfermeira e acabou sofrendo um derrame cerebral no momento em que entraria dentro do templo religioso para a cerimônia de casamento no dia 14 de setembro.

Publicidade

Ela foi socorrida às pressas, porém devido à gravidade da situação não conseguiu sobreviver. A noiva foi submetida a uma cesariana de emergência e o bebê que estava no sétimo mês de gestação sobreviveu e lutou bravamente pela vida. A criança recebeu o nome de Sophia e vem sendo assistida pelo pai, o tenente Flávio Gonçalves.

A bebezinha nasceu com aproximadamente 1 quilo e chegou a enfrentar uma infecção hospitalar, tromboses no coração e pescoço. Ela também foi submetida a um procedimento cirúrgico para a remoção de uma hérnia inguinal, que acontece quando uma parte do intestino acaba se projetando através de uma fraqueza muscular abdominal, favorecendo a formação de protuberância que acontece na maioria dos casos na região da virilha.

Publicidade

O pai fez questão de ressaltar a força que a filha tem e como ela vem enfrentando as lutas. “Ela me dá muita força para seguir em frente depois da perda da Jéssica. Ficar em um ambiente de UTI, vendo as macas e o centro cirúrgico quando as memórias do que aconteceu com minha noiva são tão recentes foi terrível, mas faria tudo de novo pela minha filha. Sei que ela precisa de mim”, desabafou o pai da pequena Sophia.

Publicidade

Mesmo com tantas adversidades, a criança já está pesando cerca de 2,2 kg e também não ficou com nenhum tipo de sequela. Sophia vai precisar apenas de acompanhamento por causa de ter nascido muito prematura. A pequena finalmente ganhou alta e já pode estar em casa com os familiares.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade