in

Colunista da Folha de São Paulo não perde tempo e detona Gugu em meio à sua morte

Jornal da Cidade

A morte do apresentador Augusto Liberato, o Gugu, continua a repercutir na imprensa. Mal o comunicador faleceu, e o jornal Folha de São Paulo fez uma matéria em tom de crítica ao famoso, que faleceu aos 60 anos de idade, após um grave acidente doméstico, em Orlando, nos Estados Unidos. Em uma manchete, por exemplo, o jornal classificou que quadros, como a “banheira do Gugu”, seriam hoje vistos como bizarros. 

Publicidade

É bem verdade que a televisão mudou nos últimos anos, mas nem por isso a glória de Gugu é diminuída, como lembrou o site Jornal da Cidade, que fez críticas à Folha de São Paulo. 

A matéria da Folha, cujo um print pode ser visto abaixo, basicamente, foca nos supostos maus momentos do comunicador, lembrando, inclusive, o maior ponto negativo da sua carreira, que foi a falsa entrevista com o Primeiro Comando da Capital, o PCC. Na época, o Domingo Legal, que era comandado por Gugu Liberato, deixou de ser exibido por duas semanas por ordem judicial. A audiência do programa nunca mais foi a mesma. 

Publicidade

O site Jornal da Cidade, que repercutiu a matéria, diz que a atitude da Folha, pode ser considerada lamentável, especialmente no momento de dor com a tragédia que envolve o famoso. 

Publicidade

Diferente da colunista da Folha, todos os canais de televisão do Brasil estão dando ênfase aos aspectos positivos do comunicador, que conseguia, nas manhãs de domingo, em algumas ocasiões, chegar a inacreditáveis 40 pontos no Ibope. Para se ter uma ideia, essa foi a prévia da Final da Libertadores no Rio de Janeiro. Em São Paulo, o jogo chegou a 32 pontos prévios.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.