in

Luto: doença arrasadora mata Henry Sobel, aos 75 anos

G1

Nesta sexta-feira, 22 de novembro, aos 75 anos, morreu o rabino Henry Sobel, em Miami, devido a complicações do câncer.

Publicidade

O sepultamento de Henry Sobel está marcado para ocorrer no próximo domingo (24), no cemitério Woodbridge Memorial Gardens, localizado em Nova Jersey. Ainda muito novo, Sobel se estabeleceu na cidade de Nova York com sua família.

Foi na cidade que Sobel se tornou rabino. Na década 70, Sobel se radicou no Brasil. Rabino emérito da CIP (Congregação Israelita Paulista) Sobel foi uma das vozes mais marcantes na luta da defesa dos direitos humanos.

Publicidade

Um dos grandes destaques de Sobel, que tanto lutou pelos seres humanos, foi na luta pela solução do assassinato do jornalista Vladimir Herzog, também de origem judaica, que esteve em poder da repressão da ditadura militar, em São Paulo, no ano de 1975.

Publicidade

Na ocasião, Sobel não quis enterrar Vladimir Herzog na ala dos suicidas do cemitério israelita, pois não aceitava a versão contada sobre o falecimento do jornalista, que para ele, nunca teve um fundo de verdade.

Publicidade

No dia 31 de outubro de 1975, Henry Sobel se juntou a líderes de diferentes religiões num ato ecumênico em homenagem a Herzog. O ato foi realizado uma semana depois da morte do jornalista, na Praça da Sé.

O rabino Henry Sobel, de 75 anos, faleceu na manhã desta sexta-feira, 22, em Miami, nos Estados Unidos. Rabino emérito…

Gepostet von Federação Israelita São Paulo am Freitag, 22. November 2019

Na ocasião, além de Henry Sobel, estiveram presentes o católico Dom Paulo Evaristo Arns e o protestante Jaime Wright. A federação Israelita de São paulo prestou uma homenagem ao rabino, publicando um post, que não só exaltava o legado dele, mas também o grande ser humano que era.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.