in

Grêmio pede R$ 70 milhões para vender Pepê e negócio pode ser fechado em janeiro

Divulgação Grêmio

O atacante Pepê é um dos destaques do Grêmio de Renato Portaluppi. Foi o treinador quem revelou o jogador de 22 anos e o colocou para jogar no time principal do Tricolor.

Publicidade

O jogador está na mira do futebol europeu e pode deixar a equipe já em janeiro do ano que vem. O Grêmio passa por processos de mudança. No fim do ano, alguns jogadores devem sair e outros devem chegar para reforçar a equipe para o ano que vem.

A venda de jogadores importantes pode acontecer. Basicamente, dois motivos levam a isso: o primeiro é que há interessa de clubes europeus. O segundo é que com a venda o Tricolor recheia seus cofres e pode investir em novas peças.

Publicidade

No início desta semana, o agente de Pepê, Adriano Spadoto, esteve na Itália. Ele se reuniu com dirigentes da Roma, equipe que estaria interessada no atleta. Nesta quarta-feira, o jornalista Jorge Nicola informou no Yahoo Esportes que a intenção de Spadoto é fechar negócio em janeiro.

Publicidade

As negociações estão no estágio inicial, o Grêmio ainda não foi contatado, mas o Tricolor promete dificultar as negociações. Não é porque não quer vender Pepê, mas sim porque quer o valor integral pela venda do atleta.

Publicidade

Atualmente, a multa rescisória está fixada em 15 milhões de euros (cerca de R$ 70 milhões na cotação de hoje). O Grêmio é dono de 70% dos direitos econômicos do jovem e teria um lucro impressionante em caso de venda.

O Tricolor comprou os direitos por R$ 400 mil. O contrato de Pepê com o Grêmio vence apenas em dezembro de 2022. O jogador é querido pela torcida.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!