in

Ele está vivo? Irmã de Michael Jackson deixa vazar prova de que cantor não teria morrido

UOL

Michael Jackson foi o Rei do Pop e talvez tenha sido o cantor mais famoso de todos os tempos. Ele morreu aos 50 anos, em 2009, em Los Angeles, no Estados Unidos da América. O cantor pop tomou muitos remédios e acabou tendo sua morte por conta de uma dopagem abusiva.

Publicidade

Em sua mansão, Michael foi atendido e logo sua morte foi anunciada. A ida do Rei do Pop deixou o mundo todo de luto. Há teorias, no entanto, que afirmam que Michael estaria vivo e sua morte teria sido uma farsa.

Dentre algumas das principais provas que os teóricos conspiratórios acharam foi a de um antigo estilista de MIchael ter tirado foto de um homem parecido com o cantor, revelando que ele voltaria em breve e, neste momento, estaria ’em algum lugar no mundo, um lugar secreto’.

Publicidade

Mas qual seria o motivo da farsa?

Fãs que acreditam na sobrevivência de Michael afirmam que o Rei do Pop estava cercado de dívidas, chegando a mais de 500 milhões de dólares. Após sua morte, o cantor não teria necessidade de pagar tudo isso e ainda teria lucrado cerca de 3 bilhões de dólares.

Publicidade

Além disso, alguns famosos também acreditam na teoria de que Michael estaria vivo. O rapper Akon, que já posou ao lado do cantor, revelou acreditar nesta teoria.

Publicidade

Irmã de Michael deixa prova

Um youtuber criou um vídeo mostrando uma foto de um passaporte de Michael, mostrando que seu nome real era Michael Joe Jackson. Entretanto, na certidão de óbito do Rei estava ‘Michael Joseph Jackson’.

La Toya Jackson, irmã de Michael, respondeu questionamentos no Twitter sobre o nome de seu irmão e afirmou que o correto era ‘Joe’, indicando um erro na certidão de óbito, mas logo depois da repercussão apagou a postagem.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Bruno Avila

Redator de futebol, política e famosos desde 2016. Hoje um dos redatores mais lidos do 1News Brasil. Fique à vontade para falar comigo: brunoavilaprof@outlook.com