in

‘Mamãe, não chora’: menina de 5 anos vítima de bala perdida conforta mãe antes de morrer

R7 / Reprodução

“Mamãe não chora, mamãe. Não chora”, disse uma menina à sua mãe pouco antes de morrer. Essa menina é Ketellen Umbelino de Oliveira Gomes, de apenas cinco anos de idade. A garotinha é mais uma vítima das balas perdidas no Rio de Janeiro, que entra para uma triste estatística. Nesta terça-feira, 12 de novembro, Ketellen andava com a mãe pelo bairro de Realengo, na Zona Oeste, quando foi baleada.

Publicidade

A menina recebeu um tiro da perna e, ao perceber que sua mãe estava desesperada, a garota tentava confortá-la. Graças ao tiro, a menina precisou passar por uma cirurgia delicada. Horas depois, no hospital, a criança não resistiu e perdeu sua vida. A mãe está desolada, enquanto o resto da família clama por justiça.

Em conversa com a Record TV, uma tia de Ketellen, Dona Daise, contou como a neta se comportou logo após ser baleada. A coragem da menininha acabou comovendo muitas pessoas, que convivem com a violência diária no estado.

Publicidade

“Na hora que ela estava passando, aí teve o tiroteio. Os caras correram atrás desse que morreu, foram atirando e pegou na perna dela. Quando a mãe dela viu ela caída, aí a Jéssica [mãe de Ketellen] disse que ela falou: ‘Mamãe não chora, mamãe. Não chora’”. Jéssica, mãe da garota, teria passado mal após ver que a filha foi baleada. Mesmo assim, ela conseguiu pedir socorro, levando a criança para um hospital próximo de onde a menina foi baleada. 

Publicidade

A Polícia do Rio de Janeiro confirma que investiga as causas da morte da menina. Ketellen, infelizmente, não é a única. Só neste ano, seis crianças morreram vítimas de bala perdida em todo o estado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.