in

Augusto Nunes dá na cara de Glenn Greenwald e programa Pânico acaba em pancadaria

Reprodução Jovem Pan

O programa Pânico, da rádio Jovem Pan, terminou em pancadaria nesta quinta-feira (7). Os convidados de Emílio e sua trupe foram os jornalistas Augusto Nunes, do portal R7, e Glenn Greenwald, do The Intercept.

Publicidade

Os dois são conhecidos por estarem em campos opostos na opinião política. Augusto Nunes, que trabalhava na Veja, ficou conhecido por defender o governo Bolsonaro e ser crítico ferrenho dos partidos de esquerda.

Glenn, por outro lado, foi o responsável por divulgar os supostos vazamentos de conversas entre integrantes da força-tarefa da Operação Lava-Jato.

Publicidade

Nesta quinta-feira, os dois estiveram no Pânico, sentaram lado a lado e tudo acabou mal. Em determinado momento do programa, Glenn, famoso por ser apoiador do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso após condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, chamou Augusto Nunes de covarde.

Publicidade

“Você é um covarde”, disse o norte-americano Glenn, com sotaque carregado. Nunes pediu para ele parar de chamá-lo de covarde, mas Glenn se recusou. “Se falar em covarde…”, revoltou-se Augusto.

Publicidade

Como Glenn continuou, Nunes tentou acertá-lo com um tapa. O norte-americano conseguiu evitar. Na sequência, eles levantaram e Nunes deu um tapa na cara de Glenn. Os dois foram separados por algumas pessoas. Um vídeo de 25 segundos que circula pelas redes sociais mostra o ocorrido.

A briga repercutiu nas redes sociais e deve se tornar um dos assuntos mais comentados do Twitter durante a tarde de hoje. Após a confusão, o programa continuou normalmente.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!