in

Havan cancela comerciais na Globo por Bolsonaro; canal manda demitir mais de 100 funcionários

TV Globo / Facebook Havan

Na manhã desta quinta-feira, 7 de novembro, a Havan anunciou que cancelou seus comerciais em todos os telejornais da TV Globo. Outras empresas, especialmente do Sul do Brasil e de Minas Gerais, já anunciaram medidas parecidas desde a semana passada, quando uma reportagem contra o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, foi exibida no Jornal Nacional. 

Publicidade

O presidente não falou ao Jornal Nacional, mesmo sendo o principal citado em uma acusação que envolve o assassinato da vereadora Marielle Franco. Desde então, o político tem pedido quinze minutos à emissora como direito de resposta e sendo ignorado.

Cancelamento de propagandas e demissões assolam a Globo no final de ano

Curiosamente, o comunicado aparece no mesmo dia em que sites divulgam uma suposta demissão em massa nos estúdios Globo, o antigo Projac, no Rio de Janeiro. Na véspera do final do ano, mais de 100 pessoas, segundo informações da Veja, teriam sido demitidas do canal carioca. 

Publicidade

Veja abaixo a nota publicada pela Havan, empresa de Luciano Hang, que apoia desde o ano passado o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro:

Publicidade

Havan suspende propagandas na Rede Globo. Leia a nota.

Gepostet von Havan am Donnerstag, 7. November 2019

O site Natelinha, especializado em TV, também falou das demissões e que o clima é de tristeza nos bastidores da emissora. Vale lembrar que no ano passado a Globo fechou no vermelho após decidir investir boa parte de seus recursos no Globoplay. O balanço de 2018 indicou que o conglomerado teve déficit operacional na casa dos R$ 530 milhões e boa parte disso se deu por conta desse investimento na nova plataforma de streaming do canal.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.