in

Bebê luta pela vida, após descobrir mesmo câncer que matou seu irmão gêmeo

Revista Crescer / Reprodução

Nicole Duhaney, de 21 anos de idade, foi do céu ao inferno em poucos dias. Isso porque a mãe de gêmeos acabou descobrindo que os dois filhos estavam com um câncer. Emre e Elijah nasceram e até o diagnóstico a vida de Nicole e seu companheiro, Niles Liburd, 26 anos, pareciam perfeitas. No entanto, isso durou pouco. 

Publicidade

Primeiro, Elijah desenvolveu um nódulo em sua bochecha. Mais tarde, as duas crianças tiveram um forte resfriado, que jamais ficava curado. No entanto, a situação foi piorando e, aos quatro meses de idade, ambas as crianças descobriram que estavam com câncer no sangue. 

O tipo de leucemia mielóide aguda produz uma grande quantidade de glóbulos brancos com anormalidades. Como mostra uma matéria do site da Revista Crescer, isso acaba afetando outros células do sangue. Essa tentativa do corpo de recuperar vai deixando a criança debilidade, além de comprometer as defesas do corpo humano, tornando esse mais vulnerável para sofrer com a ação de bactérias e vírus. 

Publicidade

Nos Estados Unidos, cerca de 500 crianças de até 14 anos são diagnosticadas por ano com a doença. O médico que atendeu as crianças falou sobre o problema e o fato dois dois bebês estarem lidando com uma doença.  “Se os gêmeos são idênticos, eles compartilham a mesma placenta e o mesmo suprimento sanguíneo, de modo que as células leucêmicas vão para o outro gêmeo. Então, há 100% de chances de que o outro gêmeo a desenvolva”, disse o médico ao falar sobre o assunto. 

Publicidade

Elijah, no entanto, acabou falecendo quando tinha apenas dez meses de idade. Agora o outro bebê também está em uma situação delicada. O caso tem gerado grande repercussão nas redes sociais. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.