in

Grêmio cobra dívida do Fluminense e pode pegar jogadores como forma de pagamento

Lucas Merçon/Fluminense

O Fluminense deve cerca de R$ 3,2 milhões ao Grêmio e a forma que a equipe carioca encontrou para pagar os gaúchos é liberando jogadores para defender o Imortal.

Publicidade

Para que o jogador seja envolvido no negócio, claro, o Grêmio precisa concordar com a negociação. Caberá ao time comandado por Renato Portaluppi escolher quem quer como reforço.

De acordo com Romildo Bolzan, presidente do Grêmio, os clubes ainda não conversaram sobre as negociações, mas admite conversar se for procurado para negociar a dívida, que pode ser paga com atletas do time profissional ou da base.

Publicidade

O Fluminense tem alguns jogadores que com certeza interessariam ao Grêmio, mas há um problema: o término do contrato. Este é o caso de Yony González. Artilheiro do Flu no Brasileirão, seu contrato venceu no final do ano.

Publicidade

O atacante João Pedro, uma joia das Laranjeiras, já está vendido para o Watford, da Inglaterra, e vai embora em janeiro. Jogadores com contrato vencendo no final do ano não seriam envolvidos no negócio.

Publicidade

O volante Caio Henrique, atualmente jogando na lateral-esquerda do Fluminense, poderia ser um dos reforços do Grêmio. Outro nome possível é o do lateral-direito Gilberto, que poderia ser opção para a vaga que Léo Moura deixará quando sair. Gilberto tem características mais ofensivas do que Leonardo Gomes.

O meio-campista Paulo Henrique Ganso também poderia ser envolvido no negócio. Ele já foi cotado no Grêmio no passado. O meia tem vínculo com o Flu até 2023. O atacante Marcos Paulo, da base, também pode ser opção.

Ao que tudo indica, o Grêmio pegará jogadores da base do Flu caso a negociação entre as diretorias se concretize.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!