in

Bolsonaro pode ficar frente a frente com Bonner e promete não deixar pedra sobre pedra

RD1 / TV Globo

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e a TV Globo estão em uma treta séria. O canal deu na terça-feira, 29 de outubro, em primeira mão, o depoimento do porteiro onde o presidente tem uma casa, no Rio de Janeiro. Segundo o porteiro, Bolsonaro teria autorizado um dos supostos envolvidos no assassinato da vereadora Marielle Franco a entrar em sua casa no dia da morte da política. 

Publicidade

Já nesta quarta-feira, 30 de outubro, diversos órgãos, como o Ministério Público e a Procuradoria-Geral da República disseram que o porteiro mentiu e que uma prova técnica já foi feita. Nesse meio tempo, Bolsonaro se revoltou com o canal, chamando a emissora de canalha e até ameaçando não dar um “jeitinho” na hora de renovar a concessão da emissora. Isso está previsto para acontecer no ano de 2022. 

Em uma live feita pelo Facebook, o presidente exigiu ainda ficar frente a frente com o apresentador do Jornal Nacional, William Bonner, que trouxe as informações sobre o  tal porteiro. William também é editor chefe do noticioso. 

Publicidade

“Aguardo a TV Globo me convidar para o horário nobre do Jornal Nacional falar sobre o caso Marielle no conjunto onde eu moro”, disse o presidente, como mostra uma matéria publicada pelo site RD1 Audiência. 

Publicidade

A Globo não comentou se vai mesmo receber o presidente, que está voltando de uma viagem ao exterior e tem previsão de chegada ao Brasil apenas para esta quinta-feira, 31 de outubro.  No entanto, caso isso ocorra, não vai ser a primeira vez que isso acontece. Nas eleições do ano passado, o político esteve na bancada do noticioso. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.