in

Goleiro Bruno é demitido após apenas 45 minutos em campo e motivo deixa todos perplexos

RD1 / Montagem

Demoraram apenas 45 minutos para o Goleiro Bruno Fernandes ser demitido. Contratado pelo Poços de Caldas, ele teve a sua estadia no time rescindida, como mostra uma matéria publicada pelo jornal Folha de São Paulo nesta terça-feira, 29 de outubro. O goleiro começou o jogo no banco de reservas e atuou apenas no segundo tempo, ficando apenas 45 minutos em campo. 

Publicidade

O assassinato de Eliza Samudio aconteceu em 2010. O goleiro foi condenado há mais de 20 anos de prisão, mas, na atualidade, ele está no regime semiaberto. A contratação de Bruno pelo time mineiro acabou gerando críticas, o que levou à sua demissão. Além disso, outro importante motivo estaria ligado ao desligamento do atleta, como explica Paulo César da Silva, presidente do clube de Minas Gerais.  

Segundo o presidente do clube, o fato se tornou muito difícil para o clube. Isso porque em sessenta dias, a Justiça teria liberado apenas quinze dias para o jogador treinar, o que torna a presença dele em campo inviável. Bruno tinha contrato até o mês de janeiro, mas a ideia do “cartola” é que haja um bom acordo para os dois lados. 

Publicidade

“Em dois meses de contrato, ele jogou 45 minutos. Para o clube bancar um contrato de um jogador para ele não jogar, fica difícil. O atleta não estava contente também por ser um clube menor, então a gente decidiu rescindir”, explicou o presidente, em entrevista ao site Superesportes, que foi compartilhada pela Folha de São Paulo.

Publicidade

Além disso, Bruno, segundo o presidente do time, estaria descontente. “O clube atrasou o salário dele e ele não estava contente”, completou.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.