in

Luísa Mell é desmascarada por suposta veterinária; famosos se revoltam

IG /Montagem

A apresentadora e ativista social Luisa Mell acabou se envolvendo em uma grande polêmica nesta sexta-feira, 25 de outubro. Tudo começou,  após a famosa divulgar foto de um cachorro com as patas cortadas em sua rede social. 

Publicidade

De acordo com Luísa, ele teria sido vítima de um “sacrifício” em ‘nome da religião” e só não teria morrido graças a um resgate promovido por ela. O problema é que a veterinária, que teria atendido ao animal, revoltou-se.

No post da apresentadora, ela contou o que teria acontecido. De acordo com a profissional, o cachorro teve “trombose’, após um atropelamento.  Para evitar que ele perdesse todas as patas, foram cortadas as extremidades do animal. Famosos ficaram revoltados com Luisa e a acusaram de preconceito. 

Publicidade

A polêmica começou após Luísa publicar uma foto de um cão, que ela disse que resgatou. De acordo com a ativista, o animal teria parte das patas cortadas, após um suposto ritual religioso. 

Publicidade

Uma das veterinárias que atendeu o animal, no  entanto, revoltou-se e fez uma publicação dizendo que tudo era oportunismo da ativista. De acordo com a suposta profissional, o cachorro foi atropelado e não houve resgate por parte de Luísa. Na verdade, o cachorro foi colocado para a adoção e Mell, por meio de sua rede social, conseguiu uma pessoa para adotar o bicho. 

Publicidade

Uma das famosas que se mostrou revoltada com a ativista pelas causas dos animais foi a apresentadora Astrid Fontenelle, que pede que Luísa deixe de ser preconceituosa e estude mais. 

O fotógrafo Roger Cipó foi outro que acusou Luísa Mell de desonestidade e preconceito. 

Até a publicação desse artigo, Luísa não tinha respondido à suposta veterinária e aos famosos que a acusaram de racismo e intolerância religiosa.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.