in

Bolsonaro escorraça Joice Hasselmann da liderança e ela sofre ataque: ‘desequilibrada e oportunista’

Montagem: E.Maldonado

Jair Bolsonaro decidiu retirar Joice Hasselmann da liderança do governo no congresso. O seu lugar agora será ocupado pelo senador Eduardo Gomes, do MDB.  A saída de Joice teria sido acelerada após a crise que envolve o partido, informação obtida com alguns integrantes do governo e divulgada pelo jornal O Globo. 

Publicidade

A situação da parlamentar ficou ainda mais difícil após ela ter assinado uma lista a favor da permanência de Delegado Waldir como líder do PSL na Câmara. Em um áudio divulgado na noite de ontem com exclusividade pela revista Crusoé, Bolsonaro pede apoio para destituir Waldir da liderança do partido, com intenção de beneficiar um dos seus filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro (SP), para que assumisse o lugar de líder do PSL.

Ouça o áudio em que Bolsonaro atua para tirar Delegado Waldir da liderança do PSL na Câmara:

Joice Hasselmann é massacrada nas redes sociais

Após a divulgação da lista com os nomes dos apoiadores para Delegado Waldir continuar como líder do partido, eleitores de Bolsonaro utilizaram as redes sociais para atacar a deputada. “Essa Joice nunca me enganou, ela sempre foi PSDB, só aproveitou a onda do presidente. Mais uma traíra de um mandato só”, comentou um internauta. “A carreira dessa aí vai ladeira abaixo. Desrespeitosa, desequilibrada, mentirosa e oportunista”, disse outra internauta. “Que decepção, deputada. Os votos daqui de casa foram jogados no lixo”, lamentou um eleitor da deputada.

Publicidade

Joice faz ataque homofóbico contra o assessor especial da Presidência

Ainda na noite de ontem, a deputada atacou Filipe Martins, assessor especial da Presidência. O assessor usou o seu perfil no Twitter para comentar a manobra de colocar Eduardo, filho de Jair Bolsonaro, na liderança do PSL. Segundo o assessor, foi uma “escolha” e não um “eco”, o que motivou Joice a fazer ataques homofóbicos contra Filipe.

Publicidade

“Respeito os ‘viados’ assumidos. Os que são corajosos. Os que se escondem no conservadorismo, fazem pinta de machões escondidos em suas pseudos canetas e ficam mandando indiretas como se fosse ‘machos’ não merecem meu respeito. Frouxo é frouxo, não importa o posto que tenha”, tuitou a deputada.

Publicidade

Douglas Garcia, também eleito deputado pelo PSL em São Paulo, rebateu a colega de partido. “Agora o Congresso tem uma parlamentar que se preocupa com a saída do armário alheia. Basicamente ela disse que só os “viados” assumidos podem ser machos, os discretos não. Vejam só: mais de um milhão de votos para ser fiscal da vida íntima dos outros”, disse.

Joice comenta saída da liderança do governo

A deputada comentou sua saída da liderança do governo, em matéria publicada na tarde de hoje, na coluna de Mônica Bergamo, na Folha. Segundo divulgado pela colunista, a deputada ficou sabendo de sua destituição pela imprensa. “Ninguém teve a dignidade de vir falar comigo e me avisar”, afirma a parlamentar.

“Eu ganho uma carta de alforria. Graças a Deus!”, disse ela à coluna no início da tarde desta quinta-feira (17). “Estou feliz da vida. Passei esse tempo todo servindo ao governo de forma leal. Inclusive deixando de cuidar do meu mandato para gerir crises e apagar incêndios. Abri mão da minha família”, diz. “Em alguns momentos, tive que engolir sapo para defender coisas com que eu não concordo”, continuou.


“[Fiz o papel] de líder do governo no Congresso e na Câmara! Assumi pela falta de habilidade do governo na Câmara”
, completou a parlamentar.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.