A órfã da vida real; mãe verdadeira aparece e conta tudo: ‘sei exatamente qual é a idade’

PUBLICIDADE

A história da órfã da vida real sofreu uma reviravolta surpreendente. Após a notícia da menina que supostamente teria 30 anos ganhar as manchetes na mídia, a verdadeira mãe da garota apareceu e resolveu contar toda a verdade sobre a sua filha. A mãe adotiva afirmou que a filha seria uma anã de 30 anos sociopata que queria matar sua família.

PUBLICIDADE

A família adotiva se mudou para o Canadá e abandou a menina sozinha em casa. O abandono ocorreu em 2013 e segundo o casal Natalia seria uma anã com uma idade bem diferente da informada e não uma criança com 11 anos de idade. Vale frisar que quando o casal adotou a menina eles tinham conhecimento que Natalia tinha nanismo. Na ocasião, a garotinha tinha seis anos.

A alegação dos pais adotivos foi que a filha se aproveitava do problema para fingir ser uma criança. Segundo o casal, a filha seria na verdade uma mulher adulta. Inclusive, eles conseguiram alterar a idade de Natalia na sua certidão de nascimento. Atualmente, a jovem está morando com outra família.

O casal que já tem cinco filhos resolveu adotar Natalia e ela mora com o pastor Antwon Mans, 36 anos e sua esposa. A menina que tem 16 anos ou 30 conforme afirma a mãe adotiva ganhou mais um capítulo impressionante

Anna Volodymyrivna Gava, mora na Ucrânia e afirma ser a mãe biológica da jovem que ganhou fama de ser “a órfã” da vida real. Ela tem 40 anos e disse que as acusações feitas pelos pais adotivos da menina são completamente absurdas e que a menina tem 16 aos e não 30 anos como afirmou Kristine, a mulher que adotou Natalia.

PUBLICIDADE

“Eu sei exatamente qual é a idade dela. Ela é minha filha e nasceu 16 anos atrás. Os médicos me disseram para abandonar a bebê. Eles disseram: ‘deixe ela, não estrague sua vida’. Os médicos e minha mãe falaram para abandoná-la. Eles disseram que a bebê nunca ficaria bem e nunca conseguiria andar”, desabafou a ucraniana em entrevista ao britânico Daily Mail.

Anna Volodymyrivna disse ainda que acreditava que estava tudo bem com a filha, mas ao acompanhar as acusações sobre a menina percebeu que as coisas não estavam nada bem como imaginava.