in

Prefeito é obrigado a desfilar vestido de mulher por não cumprir promessas de campanha

La República

O não cumprimento de promessas eleitorais tem sido algo bastante corriqueiro na sociedade atual, não só no Brasil, mas em vários países do mundo. Na maioria das vezes, a população reclama sobre o assunto, mas prefere deixar para lá, o que não foi o caso na história que você verá adiante.

Publicidade

Javier Sebastián Jiménez Santiz é o prefeito do município indígena de Huixtán, Chiapas, que fica localizado no México. Durante sua campanha eleitoral, o homem fez diversas promessas aos moradores do lugar para conseguir os votos e ganhar a eleição, entre elas, a melhora do sistema hídrico local .

Após muita campanha, Javier conseguiu a confiança do povo e venceu a concorrência por maioria de votos. Mas ao assumir o cargo, o prefeito não cumpriu nada do que prometeu, deixando a população extremamente frustrada com a situação.

Publicidade

Foi então que os moradores do município decidiram dar uma lição no prefeito. Eles invadiram a prefeitura e forçaram o político a usar um vestido cor de rosa e sair desfilando pelas ruas. Seu braço direito também foi punido, tendo que usar uma roupa cheia de flores e acompanhar o colega.

Publicidade

Mas a história não parou por aí. A população obrigou ainda o prefeito a parar as pessoas na rua para pedir dinheiro com o intuito de levantar fundos para realizar as obras que prometeu, o que surpreendeu muita gente.

Publicidade

Pessoas que presenciaram as cenas não perderam a oportunidade de fotografar e postar nas redes sociais. As fotos do ocorrido têm circulado na internet desde então.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.