in

Tia de Raíssa dá declarações sobre morte e choca: ‘uma pessoa sem coração’

R7

Um caso revoltando tem chamado a atenção do Brasil inteiro por causa da crueldade. Uma menina de apenas 9 anos de idade foi encontrada morta em um parque de São Paulo após ir a uma festa escolar.

Publicidade

O suspeito do crime é um garoto de 12 anos, que confessou à polícia como tudo teria acontecido. Revoltada e abalada, a tia de Raíssa, Alessandra Caparelli, deu declarações sobre o caso.

Em entrevista, a parente da vítima revelou: “Era uma criança introvertida com dificuldade de se aproximar, ela chorava em situações desconfortáveis e sob forte estresse. Não era apenas com um doce que alguém conseguiria atraí-la. É preciso descobrir como ela foi parar lá”.

Publicidade

Sobre o assassino da sobrinha, Alessandra disse: “É uma pessoa muito maldosa, que não tem sentimentos, que não tem coração”. A garota estava com sua mãe e o irmão em um centro de educação de São Paulo. Segundo informações, a genitora havia saído por alguns momentos para comprar pipoca e quando voltou já não encontrou a filha.

Publicidade

Raíssa foi achada pendurada em uma árvore no Parque Anhanguera. Ela apresentava marcas de agressão e estava amarrada cm uma fita. As autoridades têm investigado o caso para obter mais detalhes, já que as declarações dadas pelo suposto assassino são divergentes.

Publicidade

A polícia acredita que possa ter havido participação de uma terceira pessoa no crime, já que seria difícil para uma criança conseguir pendurar alguém quase do mesmo peso em uma árvore. O corpo de Raíssa foi sepultado nesta terça-feira (01/10), no Cemitério Municipal de Perus.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral. Pode entrar em contato comigo por meio do Instagram @paolla.evellyn