in

Jornalista não teria morrido; família garante que ele está vivo, afirma site

Reprodução Meio Norte

O jornalista Egídio Brito tem apenas 32 anos e trabalha na Rede Meio Norte, no Piauí. Querido pelo público piauiense, Egídio teve a morte dada como certa nesta segunda (30). Diversos veículos publicaram a informação de que ele teria sofrido uma morte cerebral, após contrair meningite.

Publicidade

Tanto a informação da morte como a do diagnóstico de meningite bacteriana foram descartadas pela família do repórter. Boletim médico divulgado ontem descartou a possibilidade de meningite, de acordo com o site Cidade Verde.

A família de Egídio não permite a divulgação do boletim pelo hospital. Foram os próprios familiares que informaram ao site Cidade Verde sobre o teor do último boletim médico.

Publicidade

A informação que se tem no momento é que o estado de saúde do jornalista é grave. Ele está na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital da Unimed, em Teresina. Novos exames seriam realizados para saber qual o verdadeiro estado de saúde de Egídio.

Publicidade

Confira a atualização

Publicidade

Nesta terça-feira (1º), o hospital vai divulgar um novo boletim para a família do jornalista por volta das 16h. A família pode tornar público ou não o boletim do hospital. Em relação à morte cerebral divulgada pela imprensa, o hospital não se pronunciou oficialmente sobre o caso. A família nega que a morte tenha ocorrido.

Egídio Brito está internado desde sexta-feira, quando passou a sentir fortes dores no corpo e ter crises de vômitos. Encaminhado ao hospital, ficou internado em estado de grave. A doença repentina do jovem jornalista causou comoção na cidade e todos querem saber o seu real estado de saúde.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!