in

Repórter sofre abuso ao vivo durante transmissão e pede socorro à polícia

Foto/Reprodução: G1

Uma repórter acabou sendo assediada ao vivo e até chamou a polícia. Sara Rivet, uma repórter de TV dos Estados Unidos, virou assunto no mundo inteiro, após receber um beijo no rosto de um homem. Nos Estados Unidos, assim como aqui no Brasil, a situação é considerada assédio. A atitude do rapaz, que é até bem comum em transmissões ao vivo da TV americana, dividiu opiniões.

Publicidade

O caso aconteceu na semana passada, mas apenas nesta sexta-feira, 27 de setembro, ganhou mais atenção do mundo. A repórter estava ao vivo no estado do Kentucky, quando homens passaram por ela e provocaram certo tumulto. Um dos homens, inclusive, chega a passar na frente da profissional. Mais tarde, o homem dá um beijo no rosto da famosa, que ri de maneira tensa.

“Ok, isso não foi apropriado. Vamos voltar à história”, diz a jornalista, que apesar de toda confusão no ar não foi tirada da transmissão, nem cortada pelo canal WAVE 3, que retransmite a programação da NBC. A jornalista, após a transmissão, chamou a polícia e relatou o caso. O homem acabou sendo identificado como Eric Goodman.

Publicidade

Publicidade

Veja abaixo o vídeo com o momento em que a profissional é vítima de um abuso, que, infelizmente, tornou-se comum em transmissões de TV.

Publicidade

O homem acabou sendo, mais tarde chamado pela polícia. Ele foi acusado de assédio com contato físico, uma contravenção, e será obrigado a aparecer em uma vara da Justiça. A jornalista deu uma entrevista sobre o assunto, mais tarde. Ela disse que situações como essa ocorrem o tempo todo. Por isso, decidiu fazer algo.

Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.