Fernanda Gentil abre o jogo e revela abusos sofridos na época do futebol: ‘gostosa’

PUBLICIDADE

Fernanda Gentil está prestes a dar novos ares em sua carreira. A contratada da Rede Globo sairá do esporte diretamente para o entretenimento da emissora carioca.

PUBLICIDADE

Após pendurar as chuteiras – pelo menos por enquanto – a apresentadora revelou abusos sofridos na época em que era repórter, e acompanhava o futebol. Várias ofensas machistas fizeram parte do repertório ao longo de sua carreira na área.

Em participação no programa Altas Horas, no último sábado (21), ela expôs a dura realidade que enfrentava. Naquela época, ainda muito jovem, não conseguia compreender muito bem o que estava acontecendo.

Hoje eu entendo que era machismo, [mas] na época eu não computava isso. Você cruza o campo para falar com o jogador; se o time está ganhando, a torcida grita ‘gostosa’, se está perdendo, é ‘piranha'”, desabafou a jornalista, causando repúdio em toda a plateia.

PUBLICIDADE

Ela recordou que a situação era muito mais difícil quando trabalhava fora dos estúdios, pois inevitavelmente a exposição era maior. Entretanto, Fernanda Gentil diz enxergar com otimismo a situação, com a gradativa diminuição do machismo.

Sobre estar na área do futebol, dominada por homens, a jornalista disse que nunca se importou com isso, pois sempre esteve focada em atingir seus sonhos e alcançar os objetivos. Além disso, ela confessou que nunca recebeu nenhum tipo de assédio por parte dos companheiros de trabalho.

Ela também comentou que se sente muito triste quando vê algum caso de machismo dentro do jornalismo; e deu palavras de ânimo para as mulheres que precisam vencer adversidades deste tipo para conquistarem seus desejos: “mira no sonho e vai“.