in

Globo diz que realmente errou e agora pede perdão à Heloísa Bolsonaro

Portal BR7 / Reprodução

Recentemente, a Revista Época, do Grupo Globo, publicou uma polêmica reportagem na qual dava detalhes sobre o trabalho de Heloísa Bolsonaro como psicóloga. A matéria gerou polêmicas pela forma como foi feita.

Publicidade

Um repórter do Grupo Globo se fingiu de paciente e até de homossexual, afim de receber um suposto tratamento da esposa de Eduardo Bolsonaro. Possivelmente, ele ou a revista tinham alguma desconfiança do tratamento da profissional. 

O repórter continuou se fingindo de paciente por cinco sessões. Depois disso, apenas telefonou para Heloísa e disse que tudo não passou de uma reportagem e pediu à ela uma entrevista. A reportagem em si não mostrou nada de anormal no tratamento da psicóloga, que ainda foi gravada durante as sessões. Então, porque publicá-la? 

Publicidade

Além dos métodos duvidosos, a matéria não tinha relevância jornalísticas, como a própria Globo acabou assumindo em um editorial divulgado nesta terça-feira, 17 de setembro. 

Publicidade

Em um editorial divulgado em alguns dos seus sites, inclusive, no da Revista Época, o Grupo Globo detalha passo a passo o erro na reportagem. Primeiro, lembra que pessoas públicas podem sim ter sua intimidade “velada” devido a um interesse público, mas que a esposa de Eduardo leva uma vida discreta e honesta. 

Publicidade

Apesar de não falar sobre as gravações escondidas no seu texto, o Grupo  Globo entende que o material não deveria ter sido feito e publicado e que as críticas do público foram realmente coerentes. Por fim, o Grupo Globo pede perdão à Heloísa Bolsonaro, que por uma rede social anunciou que processaria a empresa de comunicação. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.