in

Pedido de menino para o dia das crianças gera grande comoção: ‘Um caderno e um lápis’

Divulgação/G1

Um estabelecimento de ensino de Senador Canedo fez uma campanha para ajudar crianças carentes. A escola promoveu a ação com o objetivo de alegrar a garotada no Dia dos estudantes e também no Dias das Crianças. A intenção é ajudar as famílias carentes que não tem condições de presentear os filhos.

Publicidade

Os estudantes da instituição com idade entre 6 e 13 anos escreveram cartas com os desejos. A pequena Kemylle, de apenas 8 anos, contou que recebeu presente do Dia das Crianças apenas uma vez, pois a mãe não tem condições de ficar comprando. “Minha mãe não tinha condição. Eu pedi um kit de materiais de escola, com bolsa, caderno, lápis”, contou a garotinha.

O projeto da escola foi lançado nesta última sexta-feira, 13 de setembro. No total são 700 cartas que estão disponíveis para adoção. Os interessados em participar do projeto podem procurar a sede da Escola Municipal Abdon Ferreria De Carvalho. O estabelecimento de ensino fica localizado no bairro Residencial Laranjeiras, à rua Monteiro Lobato, em Senador Canedo.

Publicidade

No meio das cartinhas, o pedido de um garoto de apenas sete anos chamou a atenção pela humildade. Ao invés de pedir brinquedos ou coisas que a maioria das crianças desta idade gosta, o menino fez um pedido inusitado que emocionou muitas pessoas. Tisciano Borges dos Santos tem somente um caderno de sete matérias para poder estudar.

Publicidade

“Quero um caderno e um lápis. Eu preciso de mais um [caderno] para história, geografia e ciências”, pediu a criança em sua cartinha. Já outra aluna da unidade, a pequena Laisa Vitória de oito anos, também aproveitou para pedir um presentinho para o irmão. O idealizador do projeto foi Jesiel de Souza, o diretor da escola.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade