in

Médico é investigado por negar atendimento a idosa e choca:’Tem 85 anos, não compensa investir’

Reprodução/Noticiasaominuto

Infelizmente, a saúde pública no Brasil tem um atendimento precário e vários fatores contribuem para isso. Falta de recursos materiais e até mesmo poucos profissionais atuando em alguns setores colaboram para que tudo se torne um caos. 

Publicidade

Um inquérito policial foi aberto para apurar denúncias de um médico. O profissional está sendo acusado de ter negado atendimento a uma senhora idosa. O motivo da recusa seria porque a idosa tem 85 anos e por isso não compensaria investir em sua saúde. A mulher foi identificada como Nacyr Ávila Leoneti, moradora de Ipuã, localizada no interior paulista.

A idosa foi encaminhada em estado grave à Santa Casa de São Joaquim da Barra, um município próximo, quando sofreu uma parada cardiorrespiratória. Segundo a denúncia, após falar a idade da senhora, o profissional teria se recusado a prestar socorro dizendo: “Tem 85 anos, não compensa investir”. Ainda de acordo com a denúncia, o médico teria falado coisas mais chocantes. “Quando a gente quer que a paciente morra, ela não morre”,.

Publicidade

O fato teria acontecido no último dia 22 de agosto e o profissional acusado de omissão de socorro é o médico Luiz Octávio Villena. Ele faz parte do quadro de funcionários da Santa Casa. No entanto, Luiz Octávio disse que está sendo vítima de uma falsa acusação e que vai tomar as devidas providências em relação as pessoas que o denunciaram.

Publicidade

A mulher passou mal e foi levada pelos familiares ao pronto-socorro de Ipuã. A idosa apresentava um quadro de dificuldade respiratória e desidratação. Após ser atendida no local, foi transferida para a Santa Casa. Porém, a chegar à unidade teve uma parada cardiorrespiratória. O médico Luiz Octávio não teria adotado o protocolo de reanimação na idosa, alegando que ela já estava morrendo. Foi quando supostamente o profissional teria feitos os comentários.

Publicidade

O delegado responsável pelo caso, Gustavo de Almeida disse que o fato está sendo apurado como tentativa de homicídio. O profissional alega inocência e o caso segue sob investigação.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Shyrlene Souza

Redatora na web desde 2016, formada em ciências contábeis, apaixonada pela redação desde criança. Escrevo sobre assuntos diversos, famosos, maternidade e notícias que se destacam no Brasil e no mundo.