in

YouTube recebe multa milionária e decisão poderá dar fim nos conteúdos infantis

Divulgação: YouTube

O Judiciário norte-americano aplicou uma multa milionária ao Google, nesta quarta-feira (4), e a decisão mudará para sempre a criação e divulgação de conteúdos infantis no YouTube. A multa aplicada foi de 170 milhões de dólares (equivalente a cerca de R$ 708 milhões).

Publicidade

A condenação acontece depois de o YouTube, uma das marcas da gigante Google, coletar informações pessoais de menores de 13 anos. A coleta ocorreu sem a autorização dos pais e responsáveis. Com os dados em mãos, o YouTube lucrou com anúncios infantis na plataforma.

A atitude do YouTube violou uma lei federal norte-americana e por isso houve a punição. Além da multa, o YouTube terá que promover mudanças e proteger a privacidade das crianças que assistem aos vídeos na plataforma.

Publicidade

As mudanças no YouTube devem ocorrer dentro de quatro meses. Canais infantis não serão mais monetizados. Isto é, não receberão mais dinheiro do YouTube de acordo com a quantidade de visualizações que recebia nos vídeos.

Publicidade

Todos os canais marcados como kids pela plataforma de vídeos serão bloqueados de receber dinheiro. A mudança pode causar o fim de muitos canais do gênero.

Publicidade

Além disso, canais que tem conteúdo infantil não emitirão mais notificação de novos vídeos. Por fim, comentários também não serão mais permitidos nesses vídeos.

No Brasil, o maior canal infantil é de Lucas Netto, irmão de Felipe Neto. Além dele, há canais como a da novela infantil As Aventuras de Poliana, do SBT. Há também canais menores, em que pais filmam determinadas atividades dos filhos e publicam na internet.

Publicidade
Destaque: Mulher quase é presa por emagrecer demais! Confira
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!