in

Caso Daniel: Allana faz revelação sobre morte do jogador; detalhes são cheios de requintes de crueldade

Foto/Reprodução: R7

Um dos casos que chamou mais atenção do país no país foi a morte do jogador Daniel Correa. A morte do atleta teve requintes de crueldade. Nesta terça-feira, 3 de setembro, Allana Brittes revelou detalhes sobre como Daniel foi  morto pelo  seu pai e por outros amigos dele.  A conversa foi feita com a Record TV. Allana chorou algumas vezes, enquanto tentava defender os pais presos. 

Publicidade

“Foi tudo muito rápido, eu não presenciei muita coisa. O que eu me lembro é que quando eu desci, perguntei o que estava acontecendo. Meu pai estava segurando ele pelo pescoço e perguntando o que ele estava fazendo ali”, revela Allana lembrando como o pai pegou Daniel na cama com sua mãe, Cristiana. No aparelho de celular do atleta, de fato, havia fotos feitas por ele em que aparecia deitado na cama com  Cristiana. 

Edison Brittes, segundo sua filha,  estaria tomado por um ódio. Cristiana, que estava dormindo, ao acordar com a confusão e ver o homem na sua cama, ainda teria, segundo Allana, tentado evitar que o jogador fosse morto. Para a filha de Edison, qualquer marido ao ver uma cena da esposa em um suposto abuso faria atitude parecida. 

Publicidade

Depois, ele teria saído com um grupo de amigos e o jogador. Ele foi agredido e morto. O órgão íntimo do atleta foi cortado com uma faca de churrasco. Mesmo com requintes de crueldade, Edison teria voltado para casa e pedido perdão à filha. No momento do pedido de perdão, ele argumentou que estaria só tentando proteger a esposa. 

Publicidade

“Ele assumiu o erro dele e vai pagar pelo o que ele fez. Só isso”, disse a filha, que recentemente ganhou o direito na justiça em responder em liberdade. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.