in

Com contrato assinado em mãos, Corinthians e Gabriel buscam indenização na Justiça

Foto: reprodução: Daniel Augusto/Corinthians

Quem acompanhou o Corinthians nos últimos dias ficou sabendo da negociação que envolvia o volante Gabriel com o time Al-Hilal, da Árabia. Todas as partes estavam acertadas e o clube contratante acabou desistindo do acerto. O atleta já se preparava para ir embora.

Publicidade

Por conta disso Gabriel e o próprio Corinthians resolveram buscar na FIFA uma indenização para reaver a situação da negociação. Segundo o site Meu Timão, as duas partes se reuniram e chegaram em um acordo nesta segunda-feira.

A diretoria do Corinthians está muito confiante em receber a indenização, existe um contrato assinado pelo próprio presidente do clube árabe, onde o negócio já está fechado. Ainda neste documento tem toda parte burocrática e autenticidade do clube contratante.

Publicidade

O Timão soltou uma nota com críticas em relação a postura do clube árabe. Eles tinham um acordo fechado no valor de R$ 27 milhões entre as partes, no qual o jogador receberia uma boa quantia deste valor, cerca de 20 milhões. O dinheiro seria distribuído durante os quatros anos de contrato. Agora, o clube e Gabriel devem pedir esse mesmo montante na indenização.

Publicidade

Cuellar, que sempre foi o plano “A” do clube árabe já foi anunciado, enquanto Gabriel já voltou aos trabalhos no CT.

Publicidade

Lembrando que essa decisão de acionar a FIFA nesta situação é uma grande novidade para o Corinthians, até porque, no final da partida entre Atlético Mineiro x Corinthians, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, o diretor de futebol do alvinegro confirmou que o clube não iria buscar indenização na justiça. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade