in

Bolsonaro é acusado de censurar filme em que Bruna Marquezine aparece fumando maconha

Fotomontagem: Veja / Fórum / Fernando B

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, está com regras rígidas para o uso de dinheiro público, especialmente na parte da cultura. A vítima da vez seria a atriz Bruna Marquezine. Isso porque ela aparece em um polêmico filme. A Agência Nacional de Cinema (Ancine) tem bloqueado recursos para diversos filmes, que seriam contra os padrões morais e éticos das famílias brasileiras. 

Publicidade

No filme ‘Vou Nadar até Você’, que teve o dinheiro público bloqueado, Bruna aparece em cenas polêmicas. Há sequências em que a atriz aparece usando nada, enquanto em outras imagens ela aparece fumando maconha. Não é de hoje que filmes brasileiros são criticados por quase sempre trazerem esse tipo de imagens, incluindo muitos palavrões nos diálogos. 

Algumas obras primas do cinema nacional, como Cidade de Deus e Carandiru, por exemplo, são marcadas, justamente, por esse tipo de sequência. 

Publicidade

No entanto, produtores cinematográficos tem acusado o governo de censura de conteúdo. O diretor do longa protagonizado por Bruna Marquezine, Klaus Mitteldorf, disse em entrevista ao site do portal O Estado de São Paulo, que conseguiu terminar o filme “por milagre”, porque “o dinheiro que era para a pós-produção e o lançamento do filme foi bloqueado pela Ancine”. A situação tem causado polêmica. 

Publicidade

Algumas pessoas que militam com Bolsonaro dizem que o presidente está certo, já que o dinheiro público estava sendo usado em obras que acabam difamando a imagem do país. Outros pensam justamente o contrário, acusando Bolsonaro de voltar à censura dos tempos da ditadura. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.