in

Marcos Pasquim detona autor de sua última novela na Globo ‘Fiquei decepcionado’

Observatório da TV

Sem contrato com a Globo, o ator Marcos Pasquim decidiu abrir o jogo sobre o seu último papel na emissora. Inconformado com a falta de desenvolvimento do personagem Mariano, na novela O Tempo Não Para (2018), ele afirma que o autor, Mário Teixeira, se perdeu no rumo da trama.

Publicidade

Marcos revela ter ficado insatisfeito com a falta de relevância de Mariano, que deveria ser o antagonista da história e disputar o amor de Carmem (Christiane Torloni) com o protoganista Sabino (Edson Celulari), mas o personagem simplesmente sumiu da trama: “Viajou, voltou e só deu um tchau. Não entendi nada”, disse o ator.

“Sabe quando o ator não vai bem e se perde? Acontece com os autores também. Fiquei decepcionado”, completou. Ele alega não ter sido o único ator a se incomodar com o roteiro de Mário Teixeira.

Publicidade

O ator também lembrou do fracasso de Babilônia (2015). A novela – escrita por Gilberto Braga, João Ximenes Braga e Ricardo Linhares – sofreu uma grande rejeição do público ao exibir uma cena de beijo lésbico entre as atrizes Nathalia Timberg e Fernanda Montenegro, logo no primeiro episódio. A polêmica acabou gerando uma série de mudanças no roteiro.

Publicidade

O trio de autores fizeram com que o personagem Carlos Alberto, que também deveria ser homossexual, sofresse grandes mudanças e acabasse se tornando par romântico da protagonista (Camila Pitanga), chegando a morrer para salvar a mocinha no fim da trama. 

Publicidade

Sem contrato 

Marcos Pasquim teve contratos longos com a Globo entre 2000 e 2015, mas agora só trabalha sob a política de contratos por obra certa e afirma estar satisfeito com este modelo de negociação por ter mais liberdade: “Eu tinha que pedir autorização para tudo e muitas vezes era negado. Perdi vários  trabalhos”, finalizou.

Publicidade
Publicidade