in

Filha confessa que mandou matar próprio pai e não perdoa Flordelis, afirmando que ela sabia de tudo

Foto/Reprodução: O Globo

A deputada federal Flordelis é um dos nomes mais conhecidos do país. No entanto, ela está no meio da polêmica do assassinato do próprio marido, o pastor evangélico Anderson do Carmo. Flordelis é investigada oficialmente pela polícia e pode ter um problema a mais. É o que mostra uma reportagem publicada pelo jornal carioca O Globo nesta terça-feira, 20 de agosto. 

Publicidade

De acordo com a reportagem, Marzy Teixeira da Silva confirmou que é a mandante do assassinato do pastor. Ela pediu a um dos irmãos, Lucas Cézar, que está na cadeia, que matasse o próprio pai. Essa informação já tinha sido trazida pela Record TV. No entanto, no detalhamento da reportagem de O Globo, fica claro que, no depoimento de Marzy, Flordelis pode ter complicações. 

Isso porque, segundo a filha da deputada federal, Flordelis sabia de todo o plano. Lucas confirmou à polícia que recebeu uma instrução da irmã para matar Anderson do Carmo. Inicialmente, a quantia para tirar a vida do pastor seria de R$ 10 mil. No entanto, esse valor, mais tarde, foi diminuído para R$ 5 mil. 

Publicidade

Marzy também teria determinado como seria o assassinato. O objetivo dela era o de que a ação aparentasse um assalto. Marzy também disse que contou à mãe sobre seu plano para matar Anderson. Mas, segundo ela, Flordelis afirmou que não tinha dinheiro e a alertou para que não fizesse nada de que pudesse se arrepender. Ainda assim, a deputada nada fez para tentar impedir o crime. 

Publicidade

O pastor, segundo Marzy, saberia que estavam querendo vê-lo morto. Por isso, teria grampeado diversos aparelhos, na tentativa de descobrir quem seria o responsável pelo plano. 

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.