in

Cão de mulher grávida não parava de latir para sua barriga; o que ela descobriu assustou

Coolimba

A maioria das pessoas sabe que os animais tem uma característica muito especial. Eles são sensíveis a acontecimentos que os humanos ignoram e não percebem. Muitas pessoas já relataram que um cão foi fundamental para que as pessoas ficassem alertas sobre um princípio de incêndio, por exemplo, além disso, muitos já contaram que um animal de estimação os alertou sobre a presença de animais peçonhentos. Esses são apenas alguns exemplos de como se deve dar atenção a reações estranhas esboçadas pelo seu amigo peludo.

Publicidade

Alhanna sabe muito bem sobre isso, ela e seu noivo Rick estavam à espera de um bebê. Era uma gravidez muito desejada que tinha sido planejada pelos dois, apesar de ter encontrado muita dificuldade, Alhanna finalmente havia recebido a confirmação de que seria mãe.

Ela estava esperando seu primeiro filho

A gravidez corria de vento em polpa, diferente da maioria das mulheres, Alhanna não sentia nenhum indício de mal-estar, dores nem nada do tipo. Ela estava feliz e recebia o carinho de toda a família, inclusive de sua filha de 4 patas a Keola. 

Publicidade

Keola parecia feliz com a gravidez de sua dona, passava as noites com a cabecinha apoiada na barriga da grávida e lhe dava muito carinho, mas depois que Alhanna completou 16 semanas de gestação Keola começou a ter um comportamento estranho. Passou a latir para a dona e sempre que chegava perto da barriga de Alhanna a cachorrinha tentava enterrar seu focinho lá. Alhanna achou estranho, mas constatou que que a cadela poderia estar sentindo ciúme do bebê.

Publicidade

Sua cadelinha começou a latir para sua barriga

Diferente do início de sua gravidez, Alhanna começou a sentir fortes dores nas costas, seu noivo Rick ficou preocupado e levou a jovem para o hospital, chegando lá o médico examinou a mãe e o bebê e disse que estava tudo correndo bem com a gravidez, aconselhou repouso e liberou a moça.

Publicidade

Chegando em casa, Keola continuava agindo da mesma maneira, latia muito forte para a barriga da dona, mas ela não deu atenção, pois o médico tinha dito que estava tudo bem. A dor nas costas de Alhanna não sessava, a cadelinha não parava de latir para ela como se algo estivesse errado, vendo a situação, a mãe da jovem aconselhou ela a voltar para o hospital.

Chegando lá, exames mais profundos foram realizados e descobriu-se uma infecção muito forte que poderia tirar a vida da mãe e do bebê. Ela precisou ser internada às pressas e ficou três semanas no hospital tomando antibióticos fortes. Felizmente a infecção sessou e Alhanna pode dar continuidade a gravidez, ela deu à luz a um lindo menino, graças a sua cachorrinha que a alertou de uma possível irregularidade. Hoje Keola é só amores pelo filhinho de sua dona.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.