in

Doença do pombo é avassaladora e faz vítimas no Brasil; saiba como se prevenir

R7 / Psicoblog / Fernando

Você já ouvir falar na Doença do Pombo? Apenas na cidade de Santos, em São Paulo, dois homens teriam morrido por conta dessa enfermidade só no mês de agosto. No noticiário, outros casos, especialmente na cidade de São Paulo,  estão sendo registrados. A doença é avassaladora e, por vezes, de difícil diagnóstico. 

Publicidade

Doença do pombo é um nome popular para a criptococose, uma enfermidade infecciosa causada pela aspiração do fungo Cryptococcus, A principal forma de prevenção, é claro, é evitar qualquer contato com esses animais, ou com seus excrementos. No entanto, nem sempre isso é possível, especialmente em grandes cidades, onde existe uma proliferação grande de pombos. 

O fungo presente no cocô do pombo acaba se instalando no pulmão e afetar todo o sistema nervoso. Ela tem diagnóstico difícil, pois por vezes é confundida com outras doenças do sistema nervoso. Outro sintoma comum do fungo  Cryotococcus é aparecer algumas manchas no corpo. As manchas se parecem um pouco como queimaduras e podem atingir qualqquer parte do corpo.

Publicidade

Outros sintomas incluem febre, mal-estar e dor de cabeça intensa. O diagnóstico é feito, segundo especialistas, pelo exame de “líquor”, um líquido presente no canal da vértebra que envolve nosso cérebro. 

Publicidade

A pior coisa que quem contrai da doença do pombo pode querer é que o fungo vá até seu cérebro. Nesse caso, a doença vira uma meningite e as chances de morte aumentam exponencialmente. 

Publicidade

O locutor de rodeio Waldemar Ruy dos Santos (foto acima) descobriu a doença em 2010. Desde então, ele tem passado por muitos médicos, mas sua situação é complicada, pois vive acamado. “Ele sentia muita dor de cabeça e começou a perder a coordenação motora”, disse uma parente do paciente. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.