in

Se você gosta de sushi, cuidado: o consumo deste produto pode levar à morte

Reprodução/Thinkstock

O sushi se tornou um alimento comum na mesa do brasileiro de classe média. O quitute japonês pode ser encontrado com facilidade em restaurantes especializados ou até mesmo por delivery, através de aplicativos de comida.

Publicidade

Mas o que pouca gente sabe é que o peixe cru e mal cozido é um fator de risco, já que o Anisakis simplex, um parasita muito comum presente no peixe de mar pode provocar uma infeção, que em casos muitos extremos pode causar a morte. 

Os sintomas gastrointestinais da infecção incluem dores abdominais, náuseas, vômitos, obstrução intestinal, sangramento no trato digestivo. Mas, em alguns casos, o parasita provoca uma série de reações alérgicas, incluindo angioedema, urticária e até mesmo reações anafiláticas graves, com arritmia cardíaca e insuficiência respiratória. 

Publicidade

O estudo foi publicado no British Medical Journal, quando uma equipe de pesquisadores diagnosticaram um homem de 32 anos com a infecção. Ele deu entrada no hospital com fortes dores abdominais, vômitos e febres há mais de uma semana. Ele foi submetido a uma endoscopia e os médicos detectaram a presença de larvas do gênero Anisakis no estômago do homem. Para tratar a doença é necessário remover o verme, procedimento feito por endoscopia ou cirurgia.  

Publicidade

Mas isso não significa que você deve parar de comer sushi – apenas precisa tomar alguns cuidados. O governo japonês, por exemplo, incentiva as pessoas a manter o peixe congelado a temperaturas abaixo de -20°C por pelo menos um dia. Além disso, a instituição afirma que o peixe deve ser aquecido por, pelo menos, um minuto em temperaturas superiores a 60 graus – desse modo, as larvas do parasita são eliminadas. 

Publicidade

A recomendação da Agência de Padrões Alimentares dos Estados Unidos é quase a mesma. A organização recomenda que peixes crus ou levemente cozidos devem ser congelados por quatro dias a uma temperatura de, pelo menos, -15°C. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.