in

Após 50 anos, Sérgio Chapelin pede para sair da Globo e se junta a Dony, Mauro e outros

Foto/Reprodução: TV Globo

A partir do mês que vem, Sérgio Chapelin não fará mais parte do quadro de funcionários da Globo. O apresentador era do estafe da emissora há 50 anos. Ele estreou ainda em 1969 no comando do Jornal Nacional, chegando a fazer outras atrações no canal. A informação foi confirmada pelo diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel.

Publicidade

Em um enorme comunicado, o profissional diz que há cinco anos, Sérgio Chapelin o procurou para pedir seu desligamento da emissora, mas que àquela altura ele o convenceu a continuar. Aos 78 anos de idade, o apresentador do Globo Repórter teria há algumas semanas feito o mesmo.

Sérgio Chapelin teria dito a Ali Kamel que faz parte da sabedoria do homem saber quando parar. O jornalista então não quis que seu contrato fosse renovado com a emissora e não deve ir para qualquer outro canal. Sérgio deve ficar aposentado. O Globo Repórter, no entanto, continuará no ar nas sextas-feiras.

Publicidade

O programa, no entanto, terá um novo formato. Além de Glória Maria, outra mulher assumirá o comando da atração. A novidade ficará por conta de Sandra Annenberg, que após mais de 10 anos deixa o telejornal Hoje, que ficará apresentando sozinha até o final desse mês.

Publicidade

Sandra está solitária na bancada do vespertino desde o início do mês, quando Dony de Nuccio anunciou sua demissão da emissora. No lugar de Sandra, quem entrará na bancada é Maria Júlia Coutinho, a Maju. Sandra também continuará a frente do Como Será?. No comunicado, Ali Kamel diz que Annenberg além da apresentação também fará as reportagens da atração.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.